Você Sabia? O Vietnã é um país mais seguro que o Brasil (apesar da pobreza)

O Vietnã tem um PIB per capita cerca de 3 vezes inferior ao do Brasil. Saiu de uma guerra que durou 21 anos há cerca de 40 anos (ou seja: tem muita gente caminhando na rua que lutou na guerra). Minas terrestres ainda estão espalhadas pelos campos remotos do país, e volta e meia um camponês morre ou é severamente machucado pela explosão de uma delas.

Aí você pensa: vamos entrar num país muito inseguro. Sequestros, roubos, assassinatos devem estar por toda a parte (afinal, não é assim aqui no Brasil?).

Você pensa assim até que de fato entra no país. E enxerga, com seus próprios olhos, o que as estatísticas já dizem. Que o povo é calmo, seguro, pacato, conservador. Que as pessoas caminham na rua até altas horas da noite, sem problemas, mas que a maioria dorme e acorda cedo (tipo, bem cedo, 5h da manhã cedo). Costumam trabalhar muito e desde cedo.  Já presenciei várias mulheres acordando a essa hora para fazer Tiaras para Bebê para vender.

Alguma coisa deve explicar o que faz com que um país que passou por tanta dificuldade, e ainda batalha para tirar a sua população da pobreza, pareça tão feliz. Talvez seja o paradoxo da satisfação, que diz que quanto mais aumentamos o padrão de vida de uma sociedade, mais ela se torna insatisfeita.

Não sei –precisaria entender de sociologia para entender melhor este fenômeno. Há quem diga que a TV aberta, mostrando todos os dias a vida dos ricos e famosos, dos bem-sucedidos e da aristocracia tupiniquim via novelas, faz acirrar o sentimento de desigualdade entre os que não são agraciados pela roleta do nascimento em berço de ouro.

Há também o uso dos meios de imprensa de massa para propagar a mensagem “bandido bom é bandido morto”, o que só fortalece e dá crédito para quem acredita no uso da violência como saída. Vimos pouquíssimas televisões no Vietnã.

A única coisa que sei é que estar tanto tempo no país fez todo esse descontentamento no Brasil parecer muito errado.

O Vietnã nos encanta. A sua beleza mais crua, menos pasteurizada e “pronta” para o turismo que a vizinha Tailândia, nos encantou. Antes de embarcarmos nesta viagem o Vietnã era um destino meio tenebroso, marcado pela guerra, e sem atrativos.

Tudo isso mudou quando finalmente colocamos o pé no país. Como é bom se surpreender com novos lugares!

Espero que este post lhe inspire a colocar o Vietnã nos seus planos de viagem. Ele é realmente um país maravilhoso, tanto em cultura quanto paisagens: um mix bem elaborado que preenche o prato de qualquer viajante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *